24 de dezembro de 2013

É Natal...


Se tens tristeza, alegra-te!
O Natal é alegria
Se tens inimigos, reconcilia-te!
O Natal é paz
Se tens amigos, procura-os!
O Natal é encontro
Se tens pobres a teu lado, ajuda-os!
O Natal é dom
Se tens soberba, enterra-a!
O Natal é humildade
Se tens dividas, paga-as!
O Natal é justiça
Se te sentes pecador, converte-te!
O Natal é graça
Se andas no escuro, acende uma lâmpada!
O Natal é luz
Se andas no erro, reflecte!
O Natal é verdade
Se tens ódio, esquece-o!

O Natal é amor.

Constantino Maradel (adaptado)

A toda a comunidade votos de um Santo e Feliz Natal!






21 de dezembro de 2013

4ª semana do Advento

Caríssima comunidade,

Como prometido,  tendo como base a proposta da SDCIA-Santarém e da Catequese de Leiria, lançamo-vos a


Proposta 4º  Domingo: 


1º - Iniciar com o sinal da Cruz,

2º - Ler o seguinte texto do Evangelho Mt 1, 18-24

5º - Acender a vela

6º - Terminar com a seguinte oração:

Senhor Jesus, como José e Maria, também Te quero acolher.
Quero ajudar, amar, partilhar com os outros tudo o que tenho de bom.
Ajuda-me a viver a caridade nas minhas atitudes.
Ámen.

Tarefa:

Esta semana, escutando como José acolhe a proposta de ser o Pai de Jesus, pensa no teu pai e reza por ele, para que seja sempre sinal da ternura e do amor de Deus

Recorta o postal desta semana. No espaço em branco podes fazer um desenho ou colar uma fotografia, escrever uma oração ou uma mensagem a pensar no teu pai.



Na ceia ou almoço de Natal, em que a família se reúne, leva todos os postais colados e coloridos para teres o teu presépio completo no centro da mesa, um presépio em que também estás tu e a tua família.


Bom trabalho e Feliz Natal

14 de dezembro de 2013

3ª semana do Advento

Caríssima comunidade,

Como prometido,  tendo como base a proposta da SDCIA-Santarém e da Catequese de Leiria, lançamo-vos a


Proposta 3º  Domingo: 

1º - Iniciar com o sinal da Cruz,

2º - Ler o seguinte texto do Evangelho de Mt 11, 2-11

3º - Acender a vela

4º - Terminar com a seguinte oração:

Senhor Jesus,
Tu que fizeste tantas boas obras, que crias-te o mundo
para que o Homem pudesse contemplar e sentir a tua  Boa Nova,
Ajuda-me a dar a conhecer estas maravilhas aos meus amigos e familiares.
Ámen.

Tarefa:

Jesus fez muitos milagres, ajudou e deu esperança a tanta gente. E continua a fazer muitas coisas boas hoje, através dos teus pais, da tua família, de ti … Pensa como é bom teres a tua família, e agradece a Deus pelo bem que ela é para ti


Recorta o postal desta semana. Depois nas estrelas, escreve alguns momentos que mais gostas de viver em família, ou os valores que aprendestes a viver com a tua família. Cola o postal ao da semana passada e guarda-os.





Boa tarefa, no próximo domingo, lançamos-vos um novo desafio

8 de dezembro de 2013

2ª semana do Advento

Caríssima comunidade,

Como prometido,  tendo como base a proposta da SDCIA-Santarém e da Catequese de Leiria, lançamo-vos a


Proposta 2º  Domingo: 


1º - Iniciar com o sinal da Cruz,

2º - Ler o seguinte texto do Evangelho Lc 1,26-38

3º - Acender a vela

4º - Terminar com a seguinte oração:


                   Senhor Jesus, Eu quero estar preparado para Te acolher,

                   Quero escutar a Tua Palavra, e como Tu,

                   Ter gestos de amor, de respeito e de atenção.

                   Ámen.


Tarefa:

Esta semana, escutando como Maria acolhe a proposta de ser mãe de Jesus, pensa na tua mãe, reza por ela, para que seja sempre sinal de beleza e do amor de Deus

Recorta o postal desta semana. Depois no espaço em branco podes fazer um desenho ou colar uma fotografia, escreve uma oração ou uma mensagem a pensar na tua mãe. Cola o postal ao da semana passada e guarda-os.




Boa tarefa, no próximo domingo, lançamos-vos um novo desafio

Dia da Paróquia do Divino Salvador - Partilha dos jovens


O PEIXE E O MAR
 (Nuno Tovar de Lemos, s.j. in O Príncipe e a Lavadeira

Uma vez pediram a um peixe para falar do mar.
 - Fala-nos do mar – disseram-lhe.
 - Dizem que é muito grande o mar – respondeu o peixe. – Dizem que sem ele morreríamos. Não sou o peixe mais indicado para vos falar do mar. Eu, do mar, só conheço bem são estes dez metros à superfície. É só deles que vos posso falar. É aqui que passo o meu tempo, quase sempre distraído. Ando de um lado para o outro, à procura de comida ou simplesmente às voltas com o meu cardume. No meu cardume não se fala do mar. Fala-se das algas, das rochas, das marés, dos peixes grandes e perigosos, dos peixes pequenos e saborosos e de que temperatura fará amanhã. O meu cardume é assim: eles vão e eu vou atrás deles.
 - Mas tu, que és peixe, nunca sentiste o mar?
 - Creio que o sinto, às vezes, passar por minhas guelras. Umas vezes o sinto, outras não. Às vezes o sinto, quando não me distraio com outras coisas. Fecho os olhos e fico sentindo o mar. Isso tudo de noite, claro, para que os outros não vejam. Diriam que sou louco por dar tempo ao mar.
 - Conheces o mar, portanto. Podes falar-nos do mar?
 - Sei que é grande e profundo, mas não vos quero enganar. Sei de peixes que já desceram ao fundo do mar. Quando os ouvi falar, percebi que não conheço o mar. Perguntai a eles, que vos saberão falar do mar. Eu nunca desci muito fundo. Bem, talvez uma ou duas vezes… Um dia as ondas eram fortes que eu tive de me deixar levar fundo, para não morrer. Nunca tinha estado lá e nunca esquecerei que lá estive. Apenas vos sei falar bem da superfície do mar…
 - Foi ruim, quando desceste? Por que voltaste à superfície?
 - Não foi ruim. Foi  muito bom. Havia muita paz, muito silêncio. Era como se lá  fosse minha casa, como se ali estivesse inteiro.
 - Por que não voltaste lá para o fundo? Por preguiça?
 - Às vezes acho que é preguiça, outra vezes acho que é
- Tiveste medo quando chegaste ao fundo do mar?
 - Não tive medo algum. Era tudo muito simples… E no entanto agora tenho medo… Mas eu não cheguei ao fundo do mar! Apenas estive menos à superfície.
 - E o que dizem os outros que lá estiveram?
 - Dizem coisas que eu não entendo. Dizem que não é preciso ir para saber. E dizem que não há nada mais importante na vida de um peixe.
 - E explicam como se vai?
 - Aí é que está. Explicam que não se chega lá por esforço, que só podemos fazer esforço em deixar-nos ir. Que é só o mar que nos leva ao mar.
 Então veio uma corrente mais forte que o fez descer. O peixe tentou lutar contra ela com todas as forças que tinha, à medida que via distanciarem-se as coisas da superfície. Talvez para sempre… Mas depois fechou os olhos, confiou e já sem medo deixou-se ir.

Paróquia do Divino Salvador  Santarém



Meditação:

Deus vive na nossa Paróquia!

Deus vive na nossa paróquia através dos momentos partilhados entre nós, comunidade.
Vive quando mergulhamos ao fundo do mar e não temos medo de ajudar o próximo com os nossos projetos: a recolha de alimentos, o servir refeições aos mais necessitados, o serviço da catequese, a Eucaristia, a animação missionária, entre outros.
Assim não temos medo de mostrar a nossa fé e não ficamos indiferentes às atitudes de entrega.
Deus também está aqui em todos vocês que estão presentes neste momento de união da nossa Paróquia!

4 de dezembro de 2013

1ª Semana do Advento

Carissima comunidade,

Nós que vivemos tão ocupados com a nossa vida e tudo o que a ela é inerente, acabamos por não cuidar do nosso amigo especial que está sempre connosco e nos dá a mão quando nós precisamos, Jesus.

Assim propomos que tiremos um minuto por dia, para reflectir em tudo o que é maravilhoso ao nosso redor,  e sentirmos a importância de DEUS na nossa vida.


Para este tempo do Advento, lançamos-vos mais uma proposta que achamos interessante e que foi construída tendo como base a proposta da SDCIA-Santarém e da Catequese de Leiria


Proposta1º  Domingo: 


1º - Iniciar com o sinal da Cruz,

2º - Ler o seguinte texto do Evangelho Mt 24, 37-44

3º - Acender a vela

4º - Terminar com a seguinte oração:

Amigo Jesus,
Tu que nos dizes para vigiar e estar preparados,
Ajuda-nos a estar atentos, a todas as pessoas que nos rodeiam e a ver nelas a tua presença.,
E, em cada dia, rezar pelas pessoas da nossa família.
Ámen.


Tarefa: 

No inicio do Advento, quando começamos a preparar-nos para acolher Jesus, o Filho de Deus que quer nascer numa família humana, pensa na tua família e reza para que ela seja um lugar de amor, no acolhimento, na ajuda e no perdão de uns aos outros.


Imprime e recorta o postal desta primeira semana, abaixo. Depois, no espaço em branco, podes fazer um desenho ou colar uma fotografia, escrever uma oração ou uma mensagem a pensar na tua familia. Guarda o postal, vai ser necessário até ao final.



Boa tarefa, no próximo domingo, lançamos-vos um novo desafio


1 de dezembro de 2013

Dia da Paróquia do Divino Salvador - Partilha dos adolescentes


Muitos anos atrás, três reis magos orientados por uma estrela, puseram-se a caminho para adorarem o Deus menino. Confiaram, não tiveram medo, acreditaram.
Por isso queremos agradecer-Te, por todas as pessoas acreditam e que sentiram o chamamento do Espirito Santo em servir-Te Senhor, assim podemos afirmar que Deus existe na nossa paróquia.

Advento

O Advento é tempo de expetativa. Expetativa de que as coisas irão mudar e que alguém muito especial irá chegar, Jesus. Jesus que nos aquece o coração e nos tráz amor e salvação.

É celebrado durante as quatro semanas que antecedem o Natal de Jesus e que durante este tempo nos permite aumentar a esperança dar-nos conta de que Deus ama-nos, veio ter connosco e habita em nós, ajuda-nos nas nossas dificuldades e torna-se luz que ilumina o mundo.

No advento, devemos aprender a acolher Jesus, devendo tirar do nosso coração todos os sentimentos do nosso coração que nos impedem de fazer (egoismo, perguiça, mentira...) e nos dedicarmos ao PERDÃO e ao mais belo dos sentimentos, o AMOR.


Carissima comunidade,

Este ano convidamo-vos a partilhar connosco, a cada domingo do advento, a reflexão proposta pelos salesianos e aos mais novos o desafio  deixado pela SDCIA - Santarém, assim:

1º domingo do advento:

Leitura: Vigiai, porque não sabeis em que dia virá o vosso Senhor. (Mt 24, 37-44)

Fomos ensinados a programar todos os aspetos da vida, a ter tudo sob controlo. Mas as melhores coisas da vida surgem-nos de surpresa. São um dom de amor que os outros nos dão.
E o mesmo se passa com Deus. Ele vem ter contigo nos momenos em que menos esperas. Nas formas com que não estás a contar. Nos lugares onde não O esperavas. Ele é sempre maior, melhor, do que aquilo que d'Ele imagínas.
Mantém-te aberto, disponível, vigilante para esse encontro de graça e beleza com Ele.

"Ajuda-me a esperar por Ti, Senhor.
Quero estar presente para me encontrar conTigo.
Sei que só o encontro e a amizade conTigo poderão dar força à minha esperança.
Que o meu coração esteja disponivel e aberto a esta tua presença transformadora na minha vida."


Desafio:
Estar atento às pessoa que estão à tua volta.
Verificar o que elas mais necessitam.

2º domingo do advento:

Leitura: Porque a Deus nada é impossivel. (Lc 1, 26-38)

A crise trouxe-nos um doloroso choque com a realidade.
Descobrimos que o mundo é um lugar duro. Que os sonhos de felicidade fácil não passavam de mentiras inventadas pelos poderosos para nos entreterem.
E fomos caindo no extremo oposto; já não acreditamos em nada.
Não temos mais coragem para levantar a cabeça e sonhar.
Vai-nos fazer bem ouvir este Evangelho: a Deus nada é impossivel.
As dificuldades da vida são muitas. Mas lembra-te que com Deus o impossivel deixa de o ser.

"Obrigado por me dares Maria, como mãe e exemplo.
Com ela eu aprendo que é possivel dizer-Te sim com toda a força do coração.
Que pôr em Ti toda a confiança me traz muito mais alegria do que eu julgaria possível.
Obrigado por me mostrares, em Maria, que o mal e o pecado podem ser vencidos,"


Desafio:
Escolher 1 ou 2 das pessoas a que estiveste atento a semana passada
Realizar uma acção concreta que possa melhorar a sua vida.
Se houver dificuldade pode sempre fazer-se uma partilha de alimentos para a caridade da paróquia.

3º domingo do advento:

Leitura: É de João que está escrito: "Vou enviar à tua frente o meu mensageiro, para te preparar o caminho. (Mt 11, 2-11)

João veio á frente.
Para acordar os adormecidos.
Para acender uma luz na noite.
Para devolver coragem e fé aos desanimados.
Para que todos os homens e mulheres, de todos os tempos e lugares, se pudessem encontrar, face a face com o Messias Jesus.
Para que tu e eu pudéssemos encontrar o Senhor que vem para nos dar vida nova e feliz.

"Obrigado, Senhor Deus por me dares tantos sinais da tua bondade.
Por me enviares tantos mensageiros do teu Evangelho de alegria.
Abre os meus olhos á luz que tudo renova.
Abre os meus braços para a partilha e a solidariedade.
Abre o meu coração à esperança que não desanima diante das crises.
Abre os meus ouvidos ao teu convite de preparar o Natal de Jesus."


Desafio:
Elaborar um desenho, um postal, etc que manifeste as maravilhas de Deus presentes no mundo.
Enviar sms, colocar algo no facebook, mandar e-mails a amigos onde tornem evidentes as maravilhas da presença de Deus no mundo.
Podem também elaborar um pequeno texto (podem inclusive partilhar connosco através do blogue).


4º domingo do advento:

Leitura: Apareceu-lhe num sonho o Anjo do Senhor "Não temas receber Maria...". (Mt 1, 18-24)

José não é idiota. Usa a sua cabeça para pensar.
Faz as suas contas.
Mas no meio de todos esses esquemas bem arrumadinhos, Deus aparece e convida ao risco.
Desafia a seguir as palavras de um sonho. Não tenhas medo. Maria, José, tu, todos nós...
estamos metidos numa aventura de fé, de entrega confiada a Deus, que não cabe dentro da nossa zona de conforto.
E José teve a coragem de obedecer à voz do anjo.

"Senhor Deus, ampara-me para não ter medo.
Ajuda-me a dar espaço na minha vida para esse Jesus que Maria traz ao mundo.
Faz-me disponível para O aceitar como meu companheiro e irmão.
Ensina-me a ter nas minhas mãos abertas para todas as bênçãos que ele quer oferecer à minha vida."


Desafio:
Estar atento para ajudar nas tarefas de casa: o que será preciso arrumar, limpar, lavar...?
Ter uma atitude de serviço. Viver a caridade nas atitudes! E não te esqueças de ajudar numa tarefa muito importante: construir o presépio em casa e no teu coração.


24 de novembro de 2013

Irmão Roger - Profeta da Confiança

O jovem Roger sentia dentro de si, um chamamento que o levava a crer criar uma comunidade onde fosse possível, todos os dias, os Cristãos reconciliarem-se entre si e com Deus, onde a bondade fosse uma realidade e vivida entre todos de uma forma concreta e onde o o amor fosse o coração de tudo. A sua vontade era de que a comunidade existisse e fosse uma realidade no meio do sofrimento para transmitir paz e esperança a todos.
Com a vontade de passar do sonho a realidade, no ano de 1940, com 25 anos decidiu e deixou a sua terra Natal na Suiça e foi viver para França, pais natal de sua mãe, e foi assim que em plena 2ª guerra mundial, foi viver para a pequena aldeia de Taizé (zona de Lyon) e começou a esconder e ajudar refugiados. principalmente Judeus.
No ano de 1949, alguns irmãos juntaram-se a ele, assumindo o compromisso de viver segundo as regras de Taizé, estabelecidas por Roger e que se centrava na vida comunitária. Ao longo dos anos e até á presente data, muitos foram os que se juntaram  á comunidade e que hoje conta com uma centena de irmãos católicos e de outras confissões Cristãs, oriundos de diversos países, inclusive Portugal.
Atualmente, o nome de Taizé evoca a paz, reconciliação e comunhão no mundo inteiro, para Roger a Igreja quando Reconcilia e Cura "torna-se naquilo que é o mais luminoso de si mesma: límpido reflexo de amor".
Todos os anos são acolhidos na comunidade, jovens que vêem viver uma semana de oração e partilha com os irmãos.
Roger, em 2005, já com 90 anos, durante a oração foi assassinado por uma mulher, no entanto para os irmãos Roger continua presente e acompanha a comunidade com a sua intercessão no céu, e a ser construtor de paz e comunhão. 
Roger transmitiu a importância do amor e do perdão, todos rezam pela mulher que o assassinou para que também ela encontre o amor e a paz necessária.


ORAÇÃO

"Obrigado, Senhor,
Por me teres dado a vida
E por me teres chamado para o teu grupo.
Chamas-me, todos os dia,
a ser tua testemunha no mundo,
Entre os irmãos.
Chamas-me a viver com os outros,
a encontrar-Te e a amar-Te
e a amar os outros
Tu, que vês a minha vida
e conheces todo o meu ser,
ajuda-me a estar sempre unido a Ti
e a todos os irmãos.
Pelo amor vivido em cada dia,
faz-me construtor de uma igreja viva,
de uma igreja comunidade".

17 de novembro de 2013

Martin Lutter King

Martin Luther King
... . Líder da população negra norte-americana,
. Nasceu em 1929, em Atlanta,
. Morreu assassinado em 1968, em Memphis.
. Eloquente ministro baptista
. Casou com Coretta Scott, em 1953
. teve 4 filhos

Toda a sua acção e atitude foi decisiva para a declaração de inconstitucionalidade da segregação racial dos negros. Liderou o movimento a favor dos direitos civis da América Negra nos anos 50 até ao seu assassinato em 1968, sem recorrer á violência

Em 1955, após a prisão de uma mulher negra por por violar a lei da segregação racial ao recusar-se a ceder o seu lugar sentado no autocarro a um passageiro branco, activistas negros decidiram formar, em Montgomery, uma associação com o objectivo de boicotar o trânsito e escolheram Luther King para seu líder. O boicote durou 381 dias e em 1956, até que o Supremo Tribunal declarou inconstitucional a lei de segregação nos meios de transporte.
Foi entre 1960 e 1965 que a sua influência atingiu o auge. No ano 1960 foi preso, tendo a contestação por tal, atingido proporções nacionais. A estratégia de liderar um movimento activo mas não violento levou a que muitos negros e beancos liberais em todas as partes do país, aderissem ao movimento, tendo as acções tomadas, contado com o apoio da administração Kennedy.
Em 1963, mostrou ao mundo a importância de resolver os problemas raciais através de uma marcha pacífica em Washington pelos direitos humanos, em que participaram mais de 200 000 pessoas. Nesse dia proferiu a célebre frase "I have a dream" num discurso em que fez uso de frases bíblicas, no qual proferiu o seu sonho de um dia ver brancos e negros juntos.
Em 1964 foi aprovada a lei que acabaria com a segregação racial.
Recebeu o Prémio Nobel da Paz em 1964.
A 4 de Abril de 1968 foi morto por um atirador quando estava na varanda de um hotel com alguns acompanhantes.
Em 1969 a acusação recairia sobre o branco James Earl Ray, que foi condenado a 99 anos de prisão. O Congresso americano votou a favor de um feriado nacional em sua honra, que começou a ser celebrado a partir de 1986 na terceira segunda-feira de Janeiro.

10 de novembro de 2013

Capela N. Sra. das Neves


Capela de Nossa Senhora das Neves, edifício do Século XVII, que ainda mantém a sua traça, embora seja atualmente dependência de uma casa particular. Atualmente resta o pórtico, sendo utilizada como uma garagem.

3 de novembro de 2013

Deus

Eu te agradeço Senhor por ter alimentação na mesa
e uns pais que me podem dar aquilo que é essencial para mim

Obrigada Jesus

27 de outubro de 2013

Capela N. Sra. da Saude



A actual quinta apalaçada de Nossa Senhora da Saúde resulta de um conjunto de vastas e contínuas campanhas de obras realizadas ao longo dos séculos. 
Neste mesmo local existia uma outra quinta pertencente a D. Duarte, com ermida dedicada a Sta. Catarina. Datará de 1470 a edificação da sede original da Ordem Terceira de São Francisco no nosso território, no convento de Sta. Catarina do Vale de Mourol. 
No século XVII procedem-se a algumas obras de remodelação da nave e da capela-mor da respetiva igreja, sendo com a extinção das Ordens religiosas, em 1834, que o edifício foi comprado por particulares. Foi a partir dos inícios do século XX que se resolveu edificar a zona residencial precisamente em torno do antigo claustro conventual de dois andares, com colunata no piso inferior, entablamento corrido no superior e respetiva fonte centralizada. Aproveitou-se, então, para se adossarem alguns painéis de azulejos setecentistas à sua volta, tanto originais como cópias. 
Em virtude do empenho pessoal de um dos seus proprietários, Dr. Henrique Anachoreta, procedeu-se à incorporação de alguns elementos arquitetónicos pertencentes a outras edificações na primitiva igreja, esta de uma só nave, com galilé coroada por coro alto, nave de três águas com teto em caixotão, revestida por silhar azulejar barroco, capela-mor abobadada e quatro capelas, duas das quais laterais. Tais seriam os casos do portal gótico do antigo Hospital de S. Lázaro, em Santarém, bem como das janelas maineladas manuelinas provenientes de um edifício situado na Rua de S. Martinho, também em Santarém, além de outros fragmentos ilustrativos da imagética das centúrias de XVI, XVII e XVIII, incluindo obras pictóricas. 
Em termos gerais, trata-se de uma moradia solarenga, cujos alçados nos remetem para os palácios barrocos. 



12 de outubro de 2013

S. Daniel Comboni

Daniel Comboni tinha um sonho... 
Ser Missionário
Missionário em África
Ajudar e dar a conhecer a "Boa Nova" ao povo Africano.
Foi atrás do seu sonho e do que era para si a vontade de Deus "SALVAR ÁFRICA COM ÁFRICA"
Muitas foram as dificuldades e perigos porque passou:
diferenças culturais e ambientais;
doenças; 
escravatura;
rejeição de certas populações pelo povo branco;
falta de apoio Europeu à sua causa...
Convicto da sua vocação nunca desistiu, manteve-se firme, fiel à sua causa até ao fim dos seus dias.
"só tenho uma vida para oferecer pela salvação dos Africanos, gostaria de ter mil e oferecia todas para esse fim"
Como disse "Mohamend Yusuf el Ezzi, "Daniel Comboni, era verdadeiramente um homem de Deus, um Santo (...) era como o profeta Jesus"

trabalho realizado por:
7º ano de catequese
Jardim de Cima e S. Pedro






7 de outubro de 2013

Santa Iria, a mais amada


O padrão original, foi mandado erigir por D. Dinis, no local onde repousava Iria, com altura suficiente para que o rio, na sua maior enchente, não o pudesse cobrir. Em 1644 foi refeito em cantaria lavrada, sendo-lhe colocada em cima a imagem da Santa Padroeira.

Lenda de Sta. Iria
No ano de 637, o mês de Agosto fora excecional quente. Num fim de tarde, os rubores do sol pareciam tingir de sangue a água do rio Tejo. A serene e formosa enseada do Pego aparecia como um luminoso lago sanguíneo.
Vindo das bandas de Nabância, (atual Tomar), um romeiro ajoelhou-se à beira do rio, em frente ao lugar onde, sete anos atrás, fora achado um maravilhoso túmulo de alabastro róseo, boiando qual baú de cortiça. Nesse túmulo, parecendo adormecida, a doce Iria aguardava a chegada de seu tio, o santo abade Célio. O bondoso Célio aproximava - se acompanhado de uma multidão de cristãos. Em sonhos, ele tivera a revelação de todo o martírio de Iria, a mais amada das virgens.
Nesse sonho, ele vira Iria a donzela, bordando nos claustros do mosteiro das Donas de Nabância. Ajoelhado junto de Iria, estava o jovem Britaldo que, muito apaixonado, implorava a Iria que o aceitasse por esposo. Apressou-se a bela Iria a explicar que era impossível, pois fizera voto de castidade. Entregara a Cristo a sua vida. Triste, triste de morrer, Britaldo regressou ao seu castelo. Logo, adoeceu gravemente.
Na vida monástica, Iria rezava e trabalhava. Por inspiração de Deus pede à sua abadessa e vai falar ao moribundo Britaldo. Com doçura e firmeza convence-o de sua razão e diz-lhe que tenha fé. Britaldo confia em Iria e retoma as suas atividades como castelão nabantino.
Ao ver esta cena, em sonhos, o abade Célio louvou a Deus. Porém, a revelação seguinte foi muito cruel para o seu coração de homem santo. Ele assistiu ao assédio despudorado que o monge Remígio, professor de lria, faz à donzela. Ela recusa-o energicamente. O malvado Remígio, com suas malas-artes de alquimia, prepara um pó que mistura na comida da sua aluna.
Então, o ventre da jovem cresceu como se estivesse grávida. Muitos a acusam. Ela proclama a sua inocência. Mas a calúnia chega aos ouvidos de Britaldo. Louco de raiva, a sua paixão transformada em ódio, Britaldo ordena ao seu criado Banão que vá matar Iria. Banão crescera junto de Iria, amava-a como a uma irmã.
Iria a mais amada, Iria tão desgraçada! Sem coragem para desobedecer a seu amo, Banão dúvida da honradez de Iria. Ao alvorecer, surpreendeu-a, quando, pela margem do Nabão, ela rezava e caminhava em direção à capela da Imaculada Conceição aonde ia meditar. E tantas eram as suas preocupações, que nem sentiu os passos do malvado que de um só golpe a trespassou. Depois, tomado de remorso e de espanto quis fazer desaparecer o corpo casto de Iria, fazendo-o mergulhar nas águas do Nabão.
Tudo isto, o abade Célio contemplou no seu sonho. E mais lhe foi dado ver. Os anjos depositaram Iria num túmulo róseo e milagroso. Era de pedra mas vogava sobre as águas dos rios como se fosse o berço do lendário Ábidis. Os anjos acompanharam-na na descida dos rios até que para num pego do Tejo, em frente do lugar de Seserigo, onde se levantava um grande penedo.
Após esta revelação, o abade fez divulgar o milagre e veio de Nabância a primeira romagem a Santa Iria. Era vontade de Célio levar Iria para o seu mosteiro. Queria glorificá-la e pedir perdão pelos martírios que a virgem sofrera. Talvez, por castigo divino, ninguém conseguiu tirar a bela Iria do seu sepulcro. Apenas o abade recolheu uma madeixa de loiros cabelos e alguns pedaços do seu vestido. Reliquias que foram guardadas através dos séculos na Igreja que, em Tomar, tem por patrono Santa Iria.
Mas quem era o romeiro que se ajoelhava, sete anos após a morte de Iria, no seu lugar sagrado?
Acredita a gente simples que era o seu matador. Falam dele os "rimances" do Cancioneiro Popular Português. Almeida Garrett recolheu algumas variantes. Narrativas poéticas do povo que ama e canta os seus amores.
" Chamavam-me lria, lria afidalga.
Por aqui agora, Iria a coitada.
Andando, andando, toda a noite andava,
Lá por madrugada que me atentava...
Tirou do alfange, ali me matava;
Abriu uma cova onde me enterrava.
No fim de sete anos passa o cavaleiro,
Uma linda ermida viu naquele outeiro.
Que ermida é aquela de tanto romeiro?
É de Santa Iria, que sofreu marteiro.
-Minha Santa lria, meu amor primeiro,
Se me perdoares, serei teu romeiro
- Perdoar não te hei-de, ladrão carniceiro,
Que me degolaste que nem um cordeiro."


Curiosidade
Parece-nos interessante esta versão da Lenda de Santa Iria, pois parte da narrativa é localizada num ponto concreto da Ribeira. Lugar de evocações milenares. Nele ressoa o nome de Santa Iria ou Santa Irene. Nome tantas vezes proferido. Nome tão enraizado no coração e na fé do povo que com ele passo a denominar a própria cidade que de Scallabis passou a Chantirene, e em breve, a Santarém.


21 de setembro de 2013

Agradeço a Deus

Por estar vivo e com ele todos os dias
Pelos pais que tenho, que me dão carinho e amor
Pelo mundo
Pela catequese que reinicia
e pela Luz que tenho

Obrigado Jesus

J.

16 de setembro de 2013

Lenda da Pastorinha


Nos últimos anos do séc. XIII, reinando D. Dinis, havia uma gentil pastora que costumava ir apascentar o seu gado para terras de Mont’Irás, perto do local onde já então se erguia a capela dos Doze Apóstolos. Sucedeu que um cavaleiro de tronco nobre, D. Aires Mendes, começou a perseguir a donzela e a incitá-la ao pecado, ao que ela, fortemente se escusou com a jura de manter a virgindade intata até ao dia em que, perante o altar, celebrasse a sua boda.
Mas tão insistentes se fizeram os rogos do ardente moço que a tenacidade da moça começou a afrouxar, uma vez que, no fundo do seu coração, já estava presa de afeto pelo galanteador. E um dia em que a sua vontade se mostrava mais débil para manter a recusa, veio-lhe à mente propor ao cavaleiro que este, em frente da imagem do Cristo dos Apóstolos, fizesse a solene jura de que a desposaria em breve, ao que ele acedeu, jurando, na pequena capela, que a tomaria como esposa. Feito o juramento, a pastorinha entregou-se ao seu apaixonado, e juntos conheceram a força do mútuo afeto que os ligava.
Em breve o sedutor, possuído do fruto da paixão, esquecia a promessa jurada e o pecado em que incorrera com a que reputara de noiva. E sucedeu que o fruto dessa união se começou a desenhar, ficando a pastora comprometida aos olhos da família e das gentes do burgo, assim pejada e sem poder divulgar a origem da sua desgraça; os seus rogos insistentes, para que o cavaleiro tomasse a culpa da falta, eram por este negados, afirmando que nem sequer conhecia a pastora que dizia trazer nas entranhas, um fruto do seu amor. Como tudo se passara entre os dois, difícil se tornava à pobre acusada provar a origem do delito e a sua inocência. Assim a pastora chegava ao termo da gravidez, ferida na sua honra de mulher e com a reputação manchada.
Lembrou-se a pastorinha de solicitar dos juízes do burgo que, em presença da imagem do Cristo dos Apóstolos, o sedutor tivesse o ânimo de negar as relações que com ela mantivera. Reuniram-se na capela de S. Bento os juízes, a acusada e o sedutor, perante muita gente da terra e aí uma cena milagrosa se teria passado: quando a pastora, em choro confrangedor e fitando com devoção a imagem, inquiriu em voz alta se era ou não verdade que, no mesmo local, o cavaleiro lhe jurara amor eterno e a realização de um próximo consórcio, eis que o Cristo de Mont’Irás levantou o braço direito da cruz em que estava pregado, e em sinal de assentimento o deixou cair. Pasmam os presentes com o sucesso miraculoso, bendizem todos a imagem que assim dava testemunho da verdade, e ali mesmo o arrependido moço proclama as suas faltas passadas e jura a sua união com a pobre pastorinha

18 de julho de 2013

Senhor Jesus

Agradeço-te por todo o bom que me deste;
por tudo aquilo que me ajudaste;
por todos os momentos difíceis que superei graças a ti.

Perdoa-me Senhor, por todas as vezes que não te ouvi;
que não roguei;
que não orei;
e de todas as vezes em que não aproveitei a tua ajuda
                                                                        Amen

Simão V

16 de junho de 2013

Senhor te damos graças


Pelo momento de  comunhão, de fé  partilhada assente  no amor e na crença em Cristo ressuscitado, que  a  nossa Comunidade hoje reunida assistiu á celebração da profissão de Fé dos adolescentes do 6º volume e da Maria Teresa que celebrou em conjunto o sacramento da Eucaristia assente num sentimento de união, gratidão e jubilo de alegria. 
Te pedimos Senhor que todos e em comunidade continuemos a dar o seu sim a Jesus e vivam assentes no mandamento do amor.


2 de junho de 2013

Jesus

Obrigado Jesus por me teres dado tantos amigos, me teres ajudado nos testes e dado um novo dia, quando penso que só há tristeza Tu fazes-me sempre acreditar. Ajuda-me também a conseguir vencer as tentações, a rezar contigo, para que possa ser no mundo teu sinal, a saber sempre que em casa serei bem acolhido, que consiga ser consulado com os teus ensinamentos e que consiga também amar os outros como tu nos amas.

Vasco C

25 de maio de 2013

Aleluia, Glória ao Senhor!


Olá companheiros, 
Com o sentimento de  comunhão, de fé, de  partilhada da “diversidade” e “riqueza” dos Dons do Espírito Santo,  do amor e da crença em Cristo ressuscitado, a  nossa Comunidade hoje reune-se  com um sentimento de união e gratidão, jubila de alegria. 
Vivemos momentos de fraterna comunhão, que decidimos partilhar convosco. Hoje dois dos noviços que nos acompanharam nesta nossa jornada, O Giovanni e o Francisco, deram o seu "Sim" a Deus, para se entregarem ao anúncio do Evangelho, por meio dos votos de Castidade, Pobreza e Obediência para a consagração  a Deus e à missão. Juntando-se a eles Alex renovou os votos que fez no ano anterior.

A ambos, dedicamos a nossa oração e os votos de que Cristo os abençoe e guie pelo caminho certo, e que encontrem a felicidade no serviço.

Parabéns!

19 de maio de 2013

Saudações


Ontem o Espírito Santo fez-se presente na vida de dezanove jovens da nossa comunidade, a eles e a todos os que com eles o receberam deixamos aqui a nossa carinhosa saudação com votos de coragem e alegria no serviço aos irmãos.




6 de maio de 2013

Rosário

Olá companheiro,

Estamos em Maio e como sempre acontece na nossa comunidade, costumamos participar no rosário, assim para que possas partilhar connosco estes momentos de oração:


Segundas e Sábados: Mistérios Gozosos

1º Mistério: " Anuncio do Anjo a Maria" (Lc 1, 26-58)

O Anjo saudou a Virgem Maria: "Avé! Ó cheia de graça! O Senhor é convosco!". E anunciou-Lheque Deus a escolhia para ser a mãe do Salvador, Ela respondeu: "Sim, faça-se como Deus quer!" Nesse momento, o Filho de Deus para ser nosso irmão e Salvador, tomou a natureza humana no seio purissimo da Virgem. Assim começou Maria o Mistério de Cristo para Glória de Deus e salvação dos homens.
Dediquemos esta dezena a todos os jovens que estão na escola, para que os resultados do seu esforço seja atingido


Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós


2º Mistério: " Visita de Maria a sua prima Isabel" (Lc 1, 39-46)

Por Caridade, Maria vai junto da prima levando-Lhe Cristo e auxilio nos trabalhos. Cristo santifica o filho de Isabel, cheia de gratidão, louva  a Mãe de Deus e o próprio Salvador. "Bendita sois Vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre". Em resposta, Maria glorifica o Senhor.
Dediquemos esta dezena a todos os que estão desempregados, vitimas da crise mundial.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós



3º Mistério: " O nascimento de Jesus em Belém" (Lc 2, 1-20)

Na pobreza de um estábulo, na escuridão da noite, nasce da Virgem Maria, um lindo Menino, tão pequenino em sua humanidade e tão grande em sua divindade! "Bendito é o fruto do vosso ventre" - é o maior louvor que dirigimos à Virgem Mãe, porque Ela dá o mundo o Salvador. Dádiva sublime que os Anjos celebram assim. Glória a Deus e Paz aos homens!
Dediquemos esta dezena ás crianças e jovens que vivem em orfanatos, vitimas das tragédias dos nossos dias. Para que encontrem uma família que as acolha.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós


4º Mistério: " Apresentação de Jesus no templo" (Lc 2, 22-35)

Obedecendo á lei, Jesus pequenino (40 dias de idade) é levado ao templo por sua mãe e S. José. Ai se apresenta ao eterno Pai com vista à redenção da Humanidade. Eis-me aqui, ó Deus para cumprir a vossa vontade! A Mãe puríssima cumpre também o preceito da Purificação. Obedecer por amor de Deus é uma oferta de nós mesmos ao Senhor.
Dediquemos esta dezena a todos os que se encontram no exílio, para que sejam libertados.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós

5º Mistério: " O menino Jesus perde-Se e é encontrado no templo" (Lc 2, 41-52)

Jesus com 12 anos, vai ao Templo com Seus Pais para manifestar a Sua inteira submissão a Deus Seu Pai celeste. Maria e José perdem-nO de vista e procuram-nO com ansiedade até O encontrarem no Templo. Ele mostrou que o amor e obediência aos pais, e a qualquer criatura, deve resultar do amor e obediência ao Pai celeste. Depois, voltou para Nazaré com Seus Pais e obedecia-lhe em tudo.
Dediquemos esta dezena aos jovens do mundo inteiro, para que despertem da cegueira e se encontrem em Cristo resuscitado.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós
Por todos os cidadãos, para que se disponibilizem cada vez mais anunciar a palavra de Deus, dando testemunho do seu amor por nós com seu exemplo de vida, rezemos três avé-maria



Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos Benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais  Dignai-vos, agora e para sempre tornar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar, vos saudamos com uma Salve Rainha

Salve, Rainha, mãe de misericórdia,vida, doçura, esperança nossa, salve!A vós bradamos os degredados filhos de Eva.A vós suspiramos, gemendo e chorandoneste vale de lágrimas.
Eia, pois, advogada nossa,esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre,Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria
Rogai por nós santa Mãe de DeusPara que sejamos dignos das promessas de Cristo


Consagração a Nossa Senhora

Ó Senhora minha, ó minha Mãe, 
eu me ofereço todo(a) a vós, 
e em prova da minha devoção para convosco, 
Vos consagro neste dia e para sempre, 
os meus olhos, os meus ouvidos, 
a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vosso(a), 
ó incomparável Mãe, 
guardai-me e defendei-me como propriedade vossa.
Lembrai-vos que vos pertenço, terna Mãe, Senhora nossa.
Ah, guardai-me e defendei-me como coisa própria vossa.



Terças e Sextas: Mistérios Dolorosos

1º Mistério: " A oração de Jesus no Jardim das Oliveiras" (Lc 22, 39-44)

Juntemos os nossos sofrimentos aos de Jesus e rezemos esta primeira dezena, pelo povo que está sofrendo pela miséria, pela fome, pela doença e pela guerra, para que também seja conhecedor do Evangelho e amor de Deus

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós


2º Mistério: "Flagelação de Jesus" (Mc 15, 13-15)

Jesus não recua perante as dificuldades, juntemo-nos a ele e rezemos para que o evangelho chegue a todos os povos e participemos assim na construção do Reino de Deus

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós




3º Mistério: "A coroação de espinhos de Jesus" (Mc 15, 16-18)

Jesus por amor a nós entregou-se à nossa insensatez e inconsciência que permitimos que fosse ultrajado e renegado por muitos, juntemo-nos em esforços e oremos para que a exemplo dos nossos antepassados que percorreram o mundo a anunciar o evangelho, muitos se entreguem e tornem instrumentos de evangelização para o amor poder renovar o mundo.


Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós



4º Mistério: "Viagem de Jesus para o Calvário" (Jo 19, 16-17)

Jesus ao transportar a crus, torna-se motivo de esperança para cada um de nós, na hora da provação. Oremos para que  haja Cristãos, respeitando a diversidade se encontrem dispostos a  indicar o caminho da fé aos muitos que ainda não conhecem Cristo.


Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós


5º Mistério: "A morte de Jesus na cruz" (Lc 23, 44-46)

Jesus morre na cruz, tem os braços abertos como se quisesse abraçar a humanidade inteira, oremos para que Cristo seja reconhecido como o mais belo encontro entre Deus e o Homem. Encontro que expressa a grande bondade e amor de Deus que nos vem visitar


Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós
Senhor oferecemos estas três Avé-Marias a todas as pessoas que consagram sua vida ao anuncio da Boa Nova (Avé-Maria)

Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos Benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais  Dignai-vos, agora e para sempre tornar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar, vos saudamos com uma Salve Rainha

Salve, Rainha, mãe de misericórdia,vida, doçura, esperança nossa, salve!A vós bradamos os degredados filhos de Eva.A vós suspiramos, gemendo e chorandoneste vale de lágrimas.
Eia, pois, advogada nossa,esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre,Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria
Rogai por nós santa Mãe de DeusPara que sejamos dignos das promessas de Cristo

Consagração a Nossa Senhora

Ó Senhora minha, ó minha Mãe, 
eu me ofereço todo(a) a vós, 
e em prova da minha devoção para convosco, 
Vos consagro neste dia e para sempre, 
os meus olhos, os meus ouvidos, 
a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vosso(a), 
ó incomparável Mãe, 
guardai-me e defendei-me como propriedade vossa.
Lembrai-vos que vos pertenço, terna Mãe, Senhora nossa.
Ah, guardai-me e defendei-me como coisa própria vossa.



Quartas e Domingos: Mistérios Gloriosos

1º Mistério: "A Ressurreição de Jesus"

" A morte não é o fim para aqueles que crêem em Jesus. A vitória de Jesus sobre a morte, abre-nos as  portas da vida eterna e não deixa morrer a esperança de chegarmos à comunhão plena com Deus. Esta certeza deve encher-nos de paz e serenidade perante as adversidades da vida e leva-nos a confiar a ti, Maria o fruto da nossa vivência Pascal, que foi para ti sinónimo de sofrimento e glória, a morte e ressurreição de Jesus.
Contemplemos a ressurreição e rezemos por todos aqueles, que neste momento, vivem situações de sofrimento pela perda de alguém que lhes era querido, para que o Senhor encha o seu coração de paz e confiança neste momento de dor."


Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós
2º Mistério: "Ascenção do Senhor"

Contemplamos a ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo ao céu, a volta ao Pai para preparar-nos um lugar e para cuidar de cada um de nós, intercedendo junto a Deus pelo perdão de nossos pecados.
Jesus é o único capaz de preencher todo o nosso anseio de felicidade e bem-estar. Muitas vezes procuramos estas coisas muito longe d'Éle, deixando-O para último lugar nas nossas vidas. Peçamos perdão, por nós e por todos os que pecam, e rezemos pela conversão dos pecadores.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós



3º Mistério: "A descida do Espírito Santo sobre os apóstolos

Contemplamos a vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos, reunidos com a Virgem Maria em Jerusalém. É a vinda do prometido, o Espírito Santo Paráclito, o advogado defensor que, como Jesus afirmou, é aquele que "o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará recordar tudo o que vos disse.
O Espírito Santo que recebemos no batismo é nosso condutor, que nos aponta o caminho e nos ilumina para andarmos nos caminhos de Deus, escutarmos a Sua voz e fazermos a Sua vontade.
Rezemos por todos os jovens e peçamos ao senhor que, pelo Espírito Santo, os chame ao compromisso de seguir Jesus como exemplo de caminho verdade e vida.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós


4º Mistério: "Assunção de Maria ao céu"

Contemplamos a assunção de Nossa Senhora ao céu. Concebida sem pecado, a Virgem Santa foi merecedora de todas as graça. A filha predileta do Pai, sempre fiel a Deus,  guardou tudo sempre em seu coração, Virgem do silêncio, seu corpo, templo do Espirito Santo, Sacrário Vivo, não poderia ser corrompido pela terra como simples pecadora.
Maria foi merecedora de tal exaltação porque foi fiel e atenta cumpridora da voz e da vontade de Deus " fazei tudo o que Ele vos disser". O mundo seria de fato mais justo  e mais humano se todos os homens assim o fizessem.
Rezemos para que todos, tendo Maria como modelo, nos mantenhamos fieis e atentos cumpridores da vontade de Deus. Em que cada atitude, cada gesto, cada palavra para com o próximo venha a ser a luz do mundo pela prática do amor.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós

5º Mistério: "A coroação de Maria por Jesus e os anjos"

Contemplemos a coroação de Nossa Senhora como Rainha de todos os anjos e santos. A serva fiel de Deus tornou-se Rainha. Rainha dos Anjos: Uma mulher vestida de Sol, sobre a cabeça uma coroa de estrelas e sobre os pés  a lua.
Rainha da Terra, Rainha da Igreja, intercessora poderosa junto a Jesus, ela tem o poder de esmagar a cabeça do dragão infernal, na hora da nossa morte nos defenderá junto a Jesus, e a todos aqueles que, por amor a ela e a seu filho, foram fieis na oração e no dia-a-dia das suas vidas e nos acolherá no céu, junto do seu Filho.
Rezemos pela paz no mundo, por todos os que sofrem as consequências da fome, da doença e do ódio e peçamos pelos governantes do mundo inteiro, para que se abram aos valores do Evangelho e governem segundo os princípios da paz e da justiça.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós


Nestas três Ave-Maria fianis, rezemos pela nossa comunidade, para que continue a crescer na fé e no amor de Deus, de forma a que espelhem o rosto de Deus aos outros a beleza do amor que salva

Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos Benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais  Dignai-vos, agora e para sempre tornar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar, vos saudamos com uma Salve Rainha

Salve, Rainha, mãe de misericórdia,vida, doçura, esperança nossa, salve!A vós bradamos os degredados filhos de Eva.A vós suspiramos, gemendo e chorandoneste vale de lágrimas.
Eia, pois, advogada nossa,esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre,Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria
Rogai por nós santa Mãe de DeusPara que sejamos dignos das promessas de Cristo


Consagração a Nossa Senhora

Ó Senhora minha, ó minha Mãe, 
eu me ofereço todo(a) a vós, 
e em prova da minha devoção para convosco, 
Vos consagro neste dia e para sempre, 
os meus olhos, os meus ouvidos, 
a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vosso(a), 
ó incomparável Mãe, 
guardai-me e defendei-me como propriedade vossa.
Lembrai-vos que vos pertenço, terna Mãe, Senhora nossa.
Ah, guardai-me e defendei-me como coisa própria vossa.



Quintas: Mistérios Luminosos

1º Mistério: "O Batismo de Jesus" (Jo 1, 32)

Com Jesus aprendamos a apreciar o nosso batismo, e a viver como verdadeiros filhos de Deus. Neste mistério vamos pedir, por intercessão de Maria, por todos os batizados, para que dêem bom testemunho da sua fé, não só através da prática dominical, mas também no seu ambiente social e profissional

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós


2º Mistério: "Primeiro milagre de Jesus nas bodas de Caná" (Jo 2, 1-12)

Aprendamos, de Maria, a manifestar a Jesus os nossos pedidos, com toda a fé e confiança dispondo-nos, ao mesmo tempo, a fazer tudo o que Ele nos disser. Neste mistério vamos pedir, por intercessão de Maria, pelos que se preparam para o matrimónio, para que "convidem" Jesus e Maria para as suas bodas e os introduzam nas suas vidas, a fim de viverem ao jeito da Sagrada Familia de Nazaré.

3º Mistério: "Jesus anuncia o Reino de Deus e convida à conversão" (Mc 1, 14-15)

Depois de Jesusu ter sido preso, Jesus partiu para a Galileia e começou a pregar o Evangelho de Deus, dizendo "Está próximo o Reino de Deus. Arrependei-vos e acreditai no Evangelho". Com Maria, aprendamos a escutar a Palavra de Deus e a confrontar com ela a nossa vida, de forma a pô-la em prática.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós



4º Mistério: "Transfiguração de Jesus no monte Tabor" (Lc 9, 28-35)

Com os discípulos  aprendamos a saborear a presença de Deus na oração, deixando que o seu Espírito nos transfigure, a fim de readquirirmos na nossa alma, aquela Sua imagem que Ele imprimiu em nós pela graça do nosso batismo. Peçamos neste mistério, por intercessão de Maria por todas as crianças, para que Nossa Senhora as proteja dos atentados à sua inocência e de todas as formas de violência e sedução para o mal

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • ºS. Daniel Comboni, rogai por nós


5º Mistério: "Ultima Ceia de Jesus e instituição da Eucaristia" (Lc 2, 14-20; Mc 14, 22-24)

Como Jesus não hesitemos em dar a vida pelos nossos irmãos, para que famintos de pão material e de Deus tenham alimento e vida com abundância.

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós

Pai Nosso, Avé-Maria, Glória e jaculatórias:

  • Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós
  • Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do infernos e levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem
  • Ó Maria rainha das missões, dai-nos muitos e santos missionários
  • S. Daniel Comboni, rogai por nós
Dedicamos estas três Avé-Maria para que o Evangelho continue a corre o mundo e chegue cada vez mais a mais corações e se tornem fieis seguidores de Cristo.

Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos Benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais  Dignai-vos, agora e para sempre tornar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar, vos saudamos com uma Salve Rainha

Salve, Rainha, mãe de misericórdia,vida, doçura, esperança nossa, salve!A vós bradamos os degredados filhos de Eva.A vós suspiramos, gemendo e chorandoneste vale de lágrimas.
Eia, pois, advogada nossa,esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre,Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria
Rogai por nós santa Mãe de DeusPara que sejamos dignos das promessas de Cristo


Consagração a Nossa Senhora

Ó Senhora minha, ó minha Mãe, 
eu me ofereço todo(a) a vós, 
e em prova da minha devoção para convosco, 
Vos consagro neste dia e para sempre, 
os meus olhos, os meus ouvidos, 
a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vosso(a), 
ó incomparável Mãe, 
guardai-me e defendei-me como propriedade vossa.
Lembrai-vos que vos pertenço, terna Mãe, Senhora nossa.
Ah, guardai-me e defendei-me como coisa própria vossa.