22 de fevereiro de 2010

Sacristão

Caros amigos, sou o Simão Pedro e estou no 3º volume da catequese e partilho convosco o que encontrei sobre o “sacristão”.

A palavra "sacristão" deriva do latim sacristanus, que significa "alguém que guarda objectos sagrados".

Portanto, a figura do sacristão, que é aquela “que dispõe com cuidado os livros litúrgicos, os paramentos e outras coisas necessárias para a celebração da missa”. E ainda, é quem cuida das hóstias não consagradas, do vinho, da igreja, abrindo-a e fechando-a. É uma função simples, mas muito importante e que deve ser feita com o mesmo espírito de todos os outros ministérios.

A função do sacristão é assim um cargo eclesiástico laico. Em capelas e igrejas menores, a função é às vezes combinado com o de coroinha. Em igrejas maiores, como basílicas e catedrais, pode haver uma equipa de sacristãos.

Entre os deveres tradicionais do sacristão em paróquias pequenas, estava o de cavar as covas - o coveiro em Hamlet se denomina sacristão, por exemplo. Em tempos modernos, isto é geralmente feito por um funcionário contratado.

As obrigações gerais do sacristão actualmente podem incluir (mas não apenas):
  • Operar e manter os sistemas mecânicos, como refrigeração, aquecimento, ventilação, aparelhos de ar condicionado, cozinha e tubulações (i.e. gás, água e esgoto).
  • Operar e manter os sistemas eléctricos e instrumentos, como energia, sistemas de segurança e comunicação, alarmes, telefonia e computadores.
  • Lidar com a rotina de manutenção e fornecimento quanto à segurança, limpeza, etc.
  • Encomendar e receber mantimentos e equipamentos.
  • Aparência estética, segurança e protecção contra incêndio na igreja.
  • Logística de eventos do calendário eclesiástico (cadeiras, mesas, iluminação, acústica, áudio/vídeo, etc.).
  • Outras tarefas não cobertas por voluntários.


Webgrafia: "http://pt.wikipedia.org"

2 comentários:

  1. Obrigado Simão, com o teu trabalho consegui perceber o quanto é importante o Sacristão, na Igreja.

    ResponderEliminar