6 de janeiro de 2010

Dia de Reis

Olá Companheiros,

Hoje, 6 de Janeiro, festeja-se o dia de Reis, data (provável) que assinala, a chegada dos Reis Magos, Sábios do Oriente, que vieram desde as suas terras até à humilde gruta em Belém, sempre guiados por uma estrela, adorar o Deus Menino e lhe ofereceram Ouro, Incenso e Mirra.

... Mais não vou dizer, mas lanço-vos um desafio, abri a vossa Biblia em Mateus 2, 1-11 e partilhem connosco o que descobriram.

Mas, pois é existe sempre um mas, podem sempre contar um pouco mais, algo que possa ir além do que leram, mas que sintam como sendo importante partilhar.

Feliz dia de Reis



9 comentários:

  1. Ao pedido de adicionarmos qualquer coisa de interesse relativamente ao dia cá vai:
    Quanto ao número e nomes dos Reis Magos são tudo suposições sem base histórica, aliás algumas pinturas dos primeiros séculos mostram 2, 4 e até mesmo 12 Reis Magos adorando Jesus. Foi uma tradição posterior aos Evangelhos que lhes deu o nome de Baltasar, Gaspar e Belchior (ou Melchior), tendo-se também atribuído a cada um características próprias.

    Belchior (ou Melchior) seria o representante da raça branca (europeia) e descenderia de Jafé; Gaspar representaria a raça amarela (asiática) e seria descendente de Sem; por fim, Baltasar representaria todos os de raça negra (africana) e descenderia de Cam. Estavam assim representadas todas as raças bíblicas (e as únicas conhecidas na altura: os semitas, os jafetitas e camitas. Pode então dizer-se que a adoração dos Reis Magos ao Menino Jesus simboliza a homenagem de todos os homens na Terra ao Rei dos reis, mesmo os representantes do tronos, senhores da Terra, curvam-se perante Cristo, reconhecendo assim a sua divina realeza.
    Esta ideia só surgiu no século XVI, assim só a partir deste século é que se começou a considerar que Baltasar era negro, de forma a que se pudesse abranger todas as raças.

    ResponderEliminar
  2. Será que sabem o significado dos presentes oferecidos pelos reis magos ao menino Jesus??

    Ouro (oferecido por Belchior): este representa a Sua nobreza (Rei);
    Incenso (oferecido por Gaspar): representa a divindade de Jesus;
    Mirra (oferecido por Baltasar): a mirra é uma erva amarga e simbolizava o sofrimento que Cristo enfrentaria na Terra, enquanto salvador da Humanidade, também simbolizava Jesus enquanto homem, por se utilizar nos mortos.
    Assim, os Reis Magos homenagearam Jesus como rei (ouro), como deus (incenso) e como homem (mirra).
    Coloca-se a questão de saber como é que os Reis Magos associaram o aparecimento da Estrela com o nascimento de Jesus.

    ResponderEliminar
  3. Pois isso é dificil de responder, mas penso que por serem "Magos", que é o nome dado pelos Orientais, à classe dos sábios, eruditos ou astrólogo, se dedicarem a estar os astros e a estudar as escrituras, ao se depararem com uma estrela com um brilho diferente, maior a sentiram como um sinal vindos dos céus e que se decidiram a descobrir se estava ou não relacionado com o que mencionavam as escrituras quando falavam da vinda do salvador.

    ResponderEliminar
  4. Sim, mas eu li:
    A verdade é que existem várias teorias, mas não há como saber qual delas é a correcta. Uma dessas teorias considera que os Reis Magos descobriram a relação entre o novo astro e o nascimento de Cristo.

    Sabes é que não existem muitos dados escritos desta altura. O que existe, de um modo geral, foi escrito nos séculos II e III da era cristã, para preencherem lacunas sobre a vida de Jesus e de outras personagens do Novo Testamento, assim objectivo destes era saciar a curiosidade religiosa, transformando o vago em concreto, independentemente da veracidade dos factos, daí não estarem incluídos nos chamados Livros Canónicos.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Olá, e quantos Reis eram ao certom sabem?
    Fala-se de 3, que são os que colocamos no presépio, mas há quem digam que eram 4, só que um nunca chegou porque foi sempre ajudando quem precisava, pelos locais onde passava.
    Mas será que eram mesmo 3, 4 seriam menos ou mais?
    Fiz várias leituras e o nº exato não se sabe, tudo são suposições,aliás algumas pinturas dos primeiros séculos mostram 2, 4 e até mesmo 12 Reis Magos adorando Jesus.

    Apenas os evangelhos nos falam em 3 Reis Baltasar, Gaspar e Belchior ou Melchior.

    Mas porquê 3 reis?

    ResponderEliminar
  7. Estás a repetir o que já foi dito! falam, falam, falam, só curiosidades, eu pergunto alguém leu o evangelho?

    Eu li e percebi que quando se dirigiam p/ a gruta, ao passarem por Jerusalém perguntaram pelo Rei dos Judeus, e que o rei Herodes ao saber,não gostou nada e foi falar com eles para saber quem era o rei por quem eles perguntavam e que tinha nascido, também ele o queria conhecer e adorar, pediu-lhe para lhe dizerem quando o encontrassem.
    Os reis magos concordaram e partiram, á gruta. Depois de adorar o menino partiram, mas tiveram uma visão, apareceu-lhe um anjo que os avisou que o rei Herodes planeava matar Jesus. Assim eles decidiram regressar á sua terra sem passar por Jerusalém nem avisar o rei Herodes.

    Agora que gostam tanto de falar das outras coisas sabem que também é nesta altura que se cantam os reis?

    ResponderEliminar
  8. Olá! Eu sou a Sara do 3º volume.

    Sabem que descobri uma história sobre o bolo rei, pois é dizem que há muitos anos, quando os três reis Magos se dirigiam para Oriente a fim de visitar o Menino, nascido para todos nós, discutiam entre eles quem seria o primeiro a entregar o seu presente a Jesus.
    De tanto discutir e ao passar numa Vila um padeiro ouvi-os e decidiu ajudá-los, para tal fez um bolo no qual colocou uma fava, este bolo depois de cozido seria repartidos entre os três e a quem tivesse o privilégio de encontrar a fava teria também o privilégio de ser o primeiro a entregar o seu presente ao menino nascido em Belém.
    Foi Gaspar quem encontrou a fava no bolo e assim pode entregar o seu presente, que era ouro ao Menino Jesus. Desta forma o padeiro ajudou os três reis magos e inventou o tão famoso bolo rei.

    ResponderEliminar
  9. Boa Sara, eu sou a Filipa Arruda e tenho a dizer-te que essa parte da história eu não sabia, sempre pensei na entrega dos presentes pelo seu valor e simbolismo, assim como não pensei na dificuldade que poderia existir sobre a prioridade de entrega dos mesmos. As pessoas, normalmente têm muita dificuldade em estabelecer as mesmas e em dar lugar ao outro. Mas tal como dizes ai tudo é possivel resolver, até os pequenos conflitos, quando se quer. O Padeiro de uma forma simples e dando aquilo que sabia, fazer bolos (além de pão) resolveu o problemas dos nossos Reis. Esta personagem que poucos se lembram e que até aparece em alguns dos nossos presépios teve um papel importante e demonstra-nos que todos nós, independentemente do que somos, podemos e contribuimos para enriquecer um pouco cada um, todos fazemos falta e "completamos" o outro.

    Obrigado

    ResponderEliminar